Seguidores

fevereiro 03, 2010

APENAS XAQUE-MATE



Certo,Protesto!
O nexo é controverso...
Sem jeito é feito.
Desejo acabado,
No ato.
Repúdio confirmado,
Tudo desfeito de fato.
Rotule o mundo!
Sem discurso,
E enlute.
Não mude...
Deixa,
Eu mudo!
Euforia em demasia,
Ilude,
confunde...
Curo-me!
Sonho acabado...
Cicatriz no abraço...
Como contrato,
Distrato.
E não disfarço!
Pulsação em descompasso,
Pelo beijo que não foi dado,
Apenas xaque- mate.
*Quem ganhau e quem perdeu?
Ninguém sabe se foi tu ou se fui eu.
Ysolda Cabral

Um comentário:

ysoldacabral disse...

Que bom encontrar poesias minhas por aqui!! Obrigada por divulgar o meu trabalho.

Um beijo