Seguidores

julho 30, 2007

Os Teus Olhos, por Florbela Espanca



O Céu azul, não era
dessa cor, antigamente;
Era branco como um lírio,
Ou como estrela cadente.
Um dia, fez Deus uns olhos

Tão azuis como esses teus,
Que olharam admirados
A taça branca dos céus.
Quando sentiu esse olhar:

“Que doçura, que primor!
”Disse o céu, e ciumento,
Tornou-se da mesma cor!
Florbela Espanca
21/01/1916

3 comentários:

Leilane disse...

O céu foi cúmplice de uma beleza, antes particular! ;)

Leilane disse...

O céu foi cúplice de uma beleza, antes particular! ;)

Edson Marques disse...

.


Abraços, estrelas, Eluza e Florbela...


Maravilhas!


.