Seguidores

dezembro 01, 2009

Devaneio


Eu escrevo,
pelo dom de existir.
E, por viver, ter alma pra sentir.
Eu escrevo
não porque apenas sinto.
Mas pela mágica fogosa do instinto.
Eu escrevo,
não por força da magia.
Mas por ser, mais que poeta, poesia.
Kátia Drummond
The Travelling Poet

Um comentário:

Nii disse...

Escrevo para seduzir a vida.

escrever é bom. é magico e sutilmente feliz. vc o faz bem, e quando não escreve, escolhe bem as palavras de outrem... gosto do teu blog.

beijos!